18 de março de 2007

Mundo dos gordos


Tenho a impressão de que todos nós, sem exceção, vivemos num mundo de gordos. Embora haja aqueles que defendam que 99,99% da população mundial caloricamente ativa seja obesa, ainda existem espécies de magros, magérrimos e magricelos que, embora em possível fase de extinção, continuam sonhando e pagando para ingerir alimentos que lhes rendam alguns quilos a mais. Tenho certeza de que para os magricelos, é triste olhar um comercial na tv ou outdoor anunciando um produto zero. Não foi "menos 30%", "menos 70%" calorias. Não! Definitivamente foi 0 (zero). Seria fantástico se fossem apenas alguns produtos. O fato terrível, porém, é que tudo nos supermercados está se tornando diet ou light. Ou seja, os supermercados estão se tornando verdadeiros centros de consumo exclusivos para gordos. Pior do que isso, tem gente magra aderindo à moda. São magros que obviamente não se olham no espelho. A coisa é tão séria que minha sobrinha de cinco anos, coitada, disse que não quer comer muito pra não ficar gorda. Eu falei que se ela comer bem não fica gorda, apenas não vai ficar parecendo um palito de dentes.

Meu protesto aqui, entretanto, não diz respeito a anorexia. Só espero que a indústria alimentícia lembre que existem pessoas ainda no mundo que querem e gostam de ingerir CALORIAS, e isso as faz muito felizes.