6 de maio de 2010

infância

quando acabar, você pega do outro lado da rua, na casa de dona Maria, a velha do leite.
menino, pés descalços, sobe ladeira correndo.

vento no peito, céu azul

dona maria - gritou o pequeno. Minha mãe mandou pegar uma lata d'água - continuou.
Alia atrás menino, no quintal, detrás daquele pé de capim santo, pode pegar - orientou a velha.
Lá vem Limão, pés descalos, ladeira abaixo.
Aqui mãe, tava pesado.
Ô menino frouxo - provocou a mãe.
Na rua, Limão chuta a bola e quase arranca a cabeça do dedo.

Um comentário:

Genilda Silva disse...

As crianças são tão simples.
Gostaria que elas jamais perdessem a inocência. Mas todos nós crescemos e mudamos.